No último sábado dia 24/09, estive presente no evento Caipira Ágil 2016, um evento da comunidade ágil da região de Campinas que teve objetivo de disseminar as novidades e promover intercâmbio de conhecimento em Metodologias Ágeis (Scrum, Kanban, Lean, etc.) entre seus participantes  por meio de palestras, workshops e networking. Um evento intimista, com número limitado de participantes (cerca de 200 pessoas) mas com muita qualidade e muito bem organizado pelo pessoal da comunidade.

Reuni aqui alguns posts que fiz em minha timeline do Linkedin durante e depois do evento, das palestras e dinâmicas que mais gostei e seus principais pontos que me fizeram ter insights.

Guilherme Mota: O evento começou quebrando o gelo (ice break) com uma dinâmica/keynote Guilherme Mota sobre networking muito bacana onde permitiu, de uma forma descontraída, que todos do evento se conhecessem rapidamente, um verdadeiro agile networking, por meio de competição de high-fives distintos, auto-apresentação irreverente com sobrenome de comida (risos), competição a jato de jokenpô no estilo mata-mata, etc. Realmente quebrou o gelo e permitiu que todos se conhecessem e abriu as portas para que as pessoas pudessem trocar idéias e experiências.

André Suman: Com a palestra “Construindo uma cultura agile“, André Suman contou como foi a evolução da adoção do agile na sua empresa, muito interessante a evolução da cultura organizacional relatada, os desafios e superações. Um ponto que ressalto aqui foi a constatação por meio de pesquisa realizada na empresa de que Scrum Masters externos e dedicados foram melhores aceitos que alguém ja conhecido se tornar SM. Realmente, em alguns casos trazer alguém desta posição de fora é melhor para o time, por experiência própria (já passei por situação semelhante), pois é uma relação do “zero” onde não há experiências passadas que possam vir a atrapalhar no relacionamento com o time.

Annelise Gripp: A abrangência do Agile Coach foi abordada pela Annelise em uma palestra muito interessante na qual foi apresentada uma metodologia para acompanhamento e coach em agile com a Roda da Vida (ferramenta do Coach) aplicada as habilidades previstas dos profissionais ágeis. De autoria de Lyssa Adkins, uma das criadoras do Agile Coaching Institute, um instituto que provê o conhecimento e ferramentas para Agile Coachs obterem sucesso, adorei o assunto e pretendo escrever um artigo dedicado ao tema.

José Barbosa: “Confiança mútua dos membros de uma equipe é fundamental” foi o insght que tive durante a palestra “Relatos de uma empresa Ágil” do José Barbosa. Nesta palestra, fizemos uma dinâmica muito interessante para sentirmos na pele, ali mesmo um sentimento de confiança ou a falta dela:

  • Destrave seu celular;
  • Entregue-o para o colega sentado ao lado;
  • Sabe esse friozinho na barriga que sentiu? Isso é a falta de confiança.

Realmente, todos sentimos o tal friozinho na barriga e testemunhamos como é importante criar relações de confiança dentro da equipe para que possamos atingir o sucesso almejado, pois sem confiança e parceria, as metodologias ágeis não funcionam de forma plena. Sensacional!

Artigos anteriores:
Conflitos de gerações e de modelos de gestão abrem um novo mercado para Transição e Integração
Mapas Mentais: Quer que eu desenhe?
Desmitificando o CCRS – Novo sistema de renovação de certificações do PMI

Anúncios